ABERTO CURSO CED – FARO

DIVULGAÇÃO: FORMAÇÕES

“FORMAÇÃO TEÓRICO-PRÁTICA – MÉTODO CED (CAPTURAR-ESTERILIZAR-DEVOLVER) EM COLÓNIAS DE GATOS SILVESTRES | FARO

No próximo dia 12 de Março (Domingo), entre as 10 e as 18 horas, a Animais de Rua, em parceria com a Change For Animals Foundation, vai promover uma nova formação sobre o método CED (Capturar-Esterilizar-Devolver), o único método verdadeiramente eficaz e humano de controlo da população felina silvestre.

A formação terá lugar em Faro e será composta por um módulo teórico, durante o qual serão pormenorizadas as diversas etapas do programa CED incluindo a utilização dos materiais de captura, e um módulo prático onde os formandos poderão aplicar os conhecimentos adquiridos numa captura a decorrer numa colónia sinalizada pela Animais de Rua.

As inscrições devem ser feitas até ao dia 9 de Março através do e-mail dora.algarvio@animaisderua.org e têm o valor simbólico de 5€. A transferência deve ser efectuada para o IBAN PT50 0065 0921 0020 1240009 31 e o respectivo comprovativo enviado para o e-mail faro@animaisderua.org.

No final da formação será entregue um Certificado de Formação Profissional, emitido na plataforma SIGO, nos termos da Portaria 474/2010 de 8 de julho. A emissão deste certificado credita as competências adquiridas na Caderneta Individual de Competências (CIC).
Contamos com a sua presença e o seu apoio na construção de uma sociedade mais consciente!”

ced-animais-de-rua

Do que gostaste mais…

“what did you like the most”

Gatos, pretos, de longos bigodes, pensei eu instintivamente.

No outro dia via pela enezima vez o filme “Cidade dos Anjos” mas perdi-me logo no início, quando a menina fala com Seth e diz que a coisa que gostou mais no mundo foram “os pijamas, com pés”.

Fora as respostas óbvias de amar a minha família mais que tudo, a minha filha, o meu companheiro, o chato do meu irmão ou as particularidades da minha mãe… sem contar com eles, pensei… se existir realmente um grupo de anjos… que resposta vou dar no meu último dia…

 

Gostei muito de pessoas, algumas pessoas, aquelas que me surpreenderam com coisas inesperadas e com corações onde cabe sempre um pouco mais. Gosto de pessoas. Daquelas que têm histórias e que mesmo na contrariedade conseguem sorrir. Gosto. Principalmente de quem vive e não se queixa muito, porque lutas todos nós travamos… mas não é a minha primeira opção.

A minha primeira opção é óbvia para quem me conhece… o que mais gostei e mais me fascinou até agora, foram os gatos. Nasci numa casa de cães, muitos, para dizer a verdade dezenas de cães, pequenos, grandes, de rabo curto ou comprido… adoro cães. Tive alguns grandes companheiros que me ajudaram a ser quem sou hoje… a ser mais feliz e a amar os animais.  Mas ainda em miúda descobri os gatos, a sua ligeireza, a sua capacidade de nos ganhar o coração e o olhar, que é das coisas que mais me espanta num gato… podemos olhar para eles durante horas e são fascinantes em todos os aspectos.

gato-2

Gatos e cães IGUAIS!? 

Os gatos e os cães são tão diferentes como iguais. Fisicamente, num olhar menos cuidadoso podemos confundi-los, mas  a força dos cães e a capacidade de trepar dos gatos são características que começam logo por criar aquele entroncamento que os divide em espécies diferentes. Os cães são dedicados, leais, companheiros na sua generalidade. Costumo dizer que se querem ter uma vida activa, arranjem um cão, se querem um companheiro de sofá, arranjem um gato. Obviamente esta é uma frase muito generalista para ambas as espécies e até um tanto injusta… mas isso são outros quinhentos.

Deve ter sido provavelmente por causa do Luna, o gato da Sailor Moon, um dos desenhos animados que via em miúda, que fiquei tão curiosa em relação a gatos. Principalmente a gatos pretos, brancos e cinza… mais tarde descobri os siameses, as tartaruga, os tigrados europeu comum e mais uma série de belezas maravilhosas. Bolas, não existem gatos feios… eles são todos fascinantes!

sailor-moon

Em todo o meu tempo de vida, se tiver de escolher algo (sempre a seguir à minha família), o que eu gostei mais foi de gatos. Gatos pretos, gatos brancos, pequenos, grandes, são místicos, mágicos e excelentes companheiros. Merecem o nosso respeito e merecem dignidade. Existem relatos de gatos que vivem quase 30 anos, sendo que aos 8 anos de vida um gato é considerado sénior, um sexagenário, imaginem quantos anos vive um gato com 20 anos! São verdadeiramente especiais.

Amor com bigodes

Num subtil ronronar prendemos os olhos nela. Faz-nos recordar o porquê de seremos tantos. Nos e eles. Tantos aqueles a quem damos amor diariamente.

O que começou por uma siamesa louca, transformou-se no amor incondicional por uma espécie. A Nina foi a última. É doce, endiabrada e surpreendentemente inteligente. Capta as nossas acções e muitas vezes é apanhada em momentos de tentativa de repetição do que nos viu fazer. É doce, observadora e ganha a família toda entre ronrons e curtos miados agudos. É a mais doce. Roça, brinca, conversa quando lhe convém. Beija muito os irmãos. Por vezes beija tanto que parece querer remover todo o pêlo numa lambidela.

É um doce, e angustia-me a quantidade de gatas, Ninas, abandonadas, doces como ela, nas ruas, nos gatís de abate, entregues à sua sorte. É um amor, esteve em fat durante quase um ano, ninguém a quis. É preta, tartaruga, é vulgar. O que as pessoas não sabem é que ela usa rocas, bolas e brinquedos de corda como uma criança de dois anos. Adormece ao nosso lado ou conversa como se discutisse a crise no médio oriente. A Nina e o Jorginho são hoje família.

Nina- gata preta

 

 

O Gata Preta fez ontem 5 anos. Obrigada ❤

Eles só querem uma coisa… um lar!

Em Braga existe uma casa muito especial.

Nós chamamos-lhe família de acolhimento temporário…  para cães e gatos.

Histórias mais ou menos felizes de quem procura uma segunda oportunidade de mostrar o encanto de um quatro patas.

Estes meninos e meninas vão perder o seu lar em setembro e os seus amigos humanos procuram agora novas formas de evitar um destino incerto que passa pelo canil municipal.

SEJA FAT ou ADOPTE e ajude a salvar uma vida!

Para adoptar o Festa, Callin Sofia, Bino, Giullieta, Fenix, Gata Anita, Kafka, Jolie ou Lusitano, contacte a ABRA pelo formulário no site  www.abra.org.pt

Gatos

Festa – http://www.abra.org.pt/site/index.php?option=com_k2&view=item&id=325:festa&Itemid=79

Callin – http://www.abra.org.pt/site/index.php?option=com_k2&view=item&id=328:callin&Itemid=79

Sofia – http://www.abra.org.pt/site/index.php?option=com_k2&view=item&id=368:sofia&Itemid=115

Bino – http://www.abra.org.pt/site/index.php?option=com_k2&view=item&id=588:bino&Itemid=115

Giullieta – http://www.abra.org.pt/site/index.php?option=com_k2&view=item&id=566:giulietta&Itemid=115

Fenix – http://www.abra.org.pt/site/index.php?option=com_k2&view=item&id=756:f%C3%A9nix&Itemid=115

Anita – http://www.abra.org.pt/site/index.php?option=com_k2&view=item&id=874:anita&Itemid=115

Cães

Kafka – http://www.abra.org.pt/site/index.php?option=com_k2&view=item&id=853:kafka&Itemid=115

Jolie – http://www.abra.org.pt/site/index.php?option=com_k2&view=item&id=130:jolie&Itemid=79

Lusitano – http://www.abra.org.pt/site/index.php?option=com_k2&view=item&id=196:lusitano&Itemid=164

Ela precisa de um lar

Esta gatinha vive em Faro, mas apesar da sua família a adorar, ela começou a ter atitudes agressivas com os meninos. Um deles é bebé e ri-se e ao que parece os guinchinhos deixam a bichana louca… Já atacou o menino, que tem apenas alguns meses. A juntar a isso tudo, um dos meninos desenvolver uma alergia, que ao que parece, se deve ao pêlo da bichana.
É um amor de gatinha, mas quer um ambiente calmo e relaxado. A dona está desolada, e não a quer deixar num canil. Procura soluções urgentes.
Alguém que queira adoptar uma menina adorável, que gosta de fazer companhia e de colo, mas que não tem paciência para crianças.
Esta é mais que uma gata, por isso, a sua família procura alguém que de facto venha de peito aberto para a amar! Foi a companhia de 7 anos, é uma amiga.
Esta menina linda vive em Faro, e procura um lar sossegado (não é gata de rua), sem grandes alaridos, para passar os seus dias felinos a trocar miminhos com os donos e a apanhar sol numa varanda ou a uma janela.

URGENTE :: Por favor, ajudem a divulgar este caso e a encontrar um lar permanente para esta menina.

Inútil

Tás pois. Já tiveste dias melhores. Estás “pior da perna”. Ai o calor. Está tanto calor. Parece impossível. As pessoas transpiram quando está calor. Ai, Ai… Estou mesmo pior da perna.

Já faltou mais para instalar uma contagem decrescente neste blog. Vocês não sabem o que se passa e este vai ser o post mais inútil da estória deste blog, seja como for, preciso de empatia. Só para saber que não foi totalmente inútil, que não sou totalmente inútil, porque hoje é assim que me sinto: INÚTIL!

…………………………………………….

…………………………………………….

……………………………………………..

Aqui ficaria todo o texto que vos estou a dever em troca dessa empatia…

All about dreams

… i’m getting old to a lot of stuff, but, if grown up women can wear hello kitty, Pucca and similars, i can still love cartoons and dream about fairy tales.

… estou a ficar velha para uma série de coisas, mas se mulheres adultas podem vestir hello Kitty, Pucca e similares, eu também posso continuar a gostar de cartoons e de contos de fada.

Tenho o Ratatouille em casa!

Digam-me… eu mereço?

Estava aqui distraída, e eis se não quando, vejo uma coisa castanha, do tamanho de um morango médio, a deslocar-se sobre as (horrorosas) carpetes da sala.

Eu olhei para ele. Ele olhou para mim. Eu gritei. Ele inverteu o sentido de marcha.

E onde estavam os gatos?

Os verdadeiros responsáveis pela abertura á caça do ratinho? Os gatos dormiam algures nas outras divisões da casa. Parece que eu só tenho interesse na partilha que espaço quando realmente pretendo dormir e não tenho espaço na cama. Usurpadores. A solução foi o meu irmão que usou de uma poderosa arma para apanhar o dito ratinho. Uma espécie de medidor (que pelo estado deve ser usado para regar plantas), e que ajudou a criar um caminho sem retorno, onde o pequenito ficou encurralado.

Eis o dito cujo:

É deprimente porque no fundo, no fundo, o bicharoco (com vida) até tem um ar adoravel e deu-me uma certa pena a situação.

Infelizmente, para eles, menos sorte tiveram alguns dos manos da ninhada. Em particular o que apareceu na boca da Pantera esta tarde, e os que ela ainda vai caçar.

Problema: E agora como é que eu consigo combater esta “sede sanguinária” da minha gata? Porque o instinto é assassino, mas como a fome não é nenhuma, arrisco-me a ter um rato nos chinelos ou num casaco! Quanto mais não seja para evitar mais surpresas destas… o que é que eu faço com estes dois?

Urina

urina, xixi, mijo... a foto não é minha, mas ainda bem!

 

Já experimentaram levar alguém ao hospital com uma amostra de urina de litro no carro?

Embalagem mal fechada. O mijador pelos vistos não se apercebeu da coisa e então é que foi o bom e o bonito.

 40km x2 de puro cheiro a… urina! Mais ou menos 30º na rua e no carro muita urina… urina nos sacos, urina nos tapetes, urina nos estofos, muita urina para dar e vender… Parecia um carro assaltado por um gato gigante na altura do cio.

Sim, existem vidas assim (ainda me estou a rir sozinha).