Publicado em Crónica de Um dia, Idade dos Porquês, OUTROS

Há amores assim…

Há amores assim, que nos fazem acordar cedo e dormir tarde. Dormir de lado e acordar torta e escangalhada. Há amores que nos fazem sentir borboletas no estômago e aqueles que nos fazem ser borboletas… pairar ora de forma rápida e graciosa ou correr para acudir uma aflição num àpice. Há amores que te despertam com um bom dia e um beijo… outros com um choro e fralda suja, e ainda assim te enchem o coração como nada o faz.  Há amores que te pemitem a contemplação de uma beleza inqualificável, que muda a cada minuto… cada segundo vale o cansaço de poder ver e amar desta forma.
Há amores assim…

Um feliz 2015

image

Anúncios

Autor:

Eu sou a Vera e tive uma grande amiga que entretanto foi para o céu dos gatos... A ela seguiu-se a Siamesa... agora tenho um casal de pretos e uma tricolor louca que devora decorações de natal e fitas. Como sou criativa, a minha pegada digital começou em finais dos anos 90, ainda o upload de material era um terror e o "Terravista" um Sucesso. Gosto de novas tecnologias em particular de redes sociais. Sou caótica, desconheço o conceito de timming. Não como caracóis, carne e/ou favas. Não faço despedidas.