Hoje fechei para balanço

Não me apetece escrever sobre coisas sérias, até porque não acredito que a revolução se faça online. “Sei que estou cansado e já não quero, falar mais contigo” sobre assuntos sérios.

Somos todos treinadores de bancada uns dos outros, com palpites e ideias maravilhosas sobre o que os outros devem fazer para ganhar mais dinheiro, ter mais saúde, ser bem sucedidos nos estudos e negócios, e é por isso mesmo que não quero mais falar de coisas sérias… NÃO PRECISO! Obrigada.

Em contrapartida sinto que devo um agradecimento às pessoas que conheci nas últimas semanas, colegas de formação, futuros colegas de trabalho, que surpreendentemente se revelaram comapnheiros, professores, compreensivos e pacientes num momento complicado. Acho que nenhum dos novos precisa de se queixar, basta estar vivo para sentir os nossos receios e a vontade de agarrar a oportunidade.

Aos amigos que vejo de ano a ano, aos que deixei de ver tão frequentemente, aos meus patudos :,( fica uma profunda e sentida saudade… A vida dá muitas voltas, e talvez uma próxima me permita a vossa companhia.

Anúncios