Publicado em As Causas

OS CÃES DO IPL

E diz que circula esta mensagem:

Instituto Politécnico de Lisboa chama canil para capturar cães que vivem há anos no campus

A direcção do IPL chamou o canil de Lisboa para capturar 5 cães ( 4 machos e uma fêmea ) que vivem há anos no campus do Instituto.
Trata-se de uma decisão de extrema violência uma vez que o canil de Lisboa foi alvo de uma providência cautelar por não oferecer aos animais detidos condições conforme à lei.
Embora o canil possa capturar animais em certas circunstâncias  ( ver alinea p) da sentença do Tribunal administrativo de Circulo de Lisboa em  http://www.campanha-esterilizacao.com/documentos/Sentenca.pdf   ) não se percebe como só depois de anos de existência dos animais no local a direcção chegou à conclusão que os mesmos põem em perigo a ” saúde, higiene, salubridade e segurança públicas”.
Um dos cães já foi capturado pois o canil instalou uma jaula de captura no campus  com comida para atrair os animais que apesar do protesto dos alunos ali continua.
É de facto um espectáculo bárbaro, pouco habitual em estabelecimentos de ensino, pois a maioria  legaliza a situação dos animais , procedendo à sua esterilização e vacinação, indo ao encontro da resolução da AR nº 69 /2011 que refere o “conceito de cão comunitário, como um animal que é cuidado num espaço ou numa via pública limitada cuja guarda, alimentaçaõ e cuidados médico- veterinários são assegurados por uma parte da comunidade local de moradores”. Ver  o cartaz ” Este animal é nosso” em http://www.campanha-esterilizacao.com/fotos/CãoComunitário.jpeg

Era este o exemplo de cidadania responsável que a direcção do IPL devia transmitir aos alunos que aí estão em formação e não a barbárie de capturar os animais com uma jaula onde ficam a debater-se em pânico, para os enviar para o canil de Lisboa onde serão certamente  abatidos.
Se a escola cancelar  a captura dos animais e garantir a sua permanência  no campus, o Grupo de Lisboa disponibiliza-se  para assegurar a sua esterilização e vacinação.”

Informação retirada daqui  e partilhada pela ANIMAL

E o que acham vocês disto?

Anúncios

Autor:

Eu sou a Vera e tive uma grande amiga que entretanto foi para o céu dos gatos... A ela seguiu-se a Siamesa... agora tenho um casal de pretos e uma tricolor louca que devora decorações de natal e fitas. Como sou criativa, a minha pegada digital começou em finais dos anos 90, ainda o upload de material era um terror e o "Terravista" um Sucesso. Gosto de novas tecnologias em particular de redes sociais. Sou caótica, desconheço o conceito de timming. Não como caracóis, carne e/ou favas. Não faço despedidas.