O Twitter não morreu

…o Twitter é uma inovação no campo das redes sociais e tem atraído a atenção de pesquisadores e jornalistas, que enxergam nessa ferramenta midiática um mecanismo potencial de comunicação um subsídio importante para a produção jornalística. A intensa circulação de informações que permeiam o âmbito profissional e pessoal dos usuários dessa rede decorre da interação dinâmica entre os indivíduos nela interligados – não se estagnando no papel de emissor ou receptor.

Esta foi uma das conclusões de Tamires Ferreira Coelho1, no estudo

Twitter: como uma nova mídia modificou a rotina produtiva de jornalistas em Teresina


Universidade Federal do Piauí (UFPI)/Universidade do Minho (Uminho)

1Estudante de graduação em Comunicação Social/Habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Piauí; Em intercâmbio na Universidade do Minho (Portugal) para cursar disciplinas de graduação e mestrado em Ciências da Comunicação; Integrante dos núcleos de pesquisa de Estudos e Pesquisas em Estratégias de Comunicação (NEPEC) e de Pesquisa em Comunicação e Jornalismo (NUJOC); tamirescoelho@hotmail.com.

Advertisements