Bigodes de gato

“ATENÇÃO!!! VOCÊ CORTA O BIGODE DE SEU GATO? Qual a importância do bigode do gato? Nunca corte ou apare o bigode do seu gato! O bigode dos gatos (também conhecidos como “pêlos táteis”) age como um detector de estímulos externos, fornecendo informações sobr…e as imediações onde o animal está. É através dele que se manifesta o olfato e o tato apurados do gato. Além disso, no escuro o bigode atua como um orientador espacial, prevenindo-o de eventuais acidentes. É por isso que o bigode ajuda o gato a sentir o ambiente em seu redor. Estes “pêlos faciais” também nos indicam o humor do gato. Por exemplo, quando um gato está bravo ou na defensiva, o bigode fica para trás; quando o gato está feliz, curioso ou contente, o bigode fica mais relaxado e para frente. Resumindo, o bigode do gato serve para ele se prevenir de acidentes, medir distâncias e manifestar o seu humor. Não é por acaso que os gatos têm tanto cuidado com os seus bigodes. “Bigodes em Ação” Nem o cão mais bem dotado, pode aproximar-se das habilidades sensoriais de um gato. Os bigodes do gato, em conjunto com os outros pêlos sensores, são antenas altamente sensíveis e podem detectar o toque ou a mínima presença. Até a corrente de ar em uma ranhura na parede, nunca descoberta por nós, pode ser detectada. Os pêlos sensores dos gatos situam-se acima dos olhos, embaixo do queixo e ao lado da cara (BIGODES). Eles estão repletos de nervos e podem detectar o mais leve movimento. Os gatos que perambulam pela noite e os que têm problemas de visão, usam-nos para “ver” por onde andam, permitindo-lhes manobrar em espaços estreitos e avaliar distâncias. Os cães também têm pêlos sensores, mas dependem muito menos deles do que os gatos. Como os gatos dependem de seus bigodes e pêlos sensores para orientar-se qualquer dano nestes pode causar sérios danos de orientação. Um gato sem pêlos sensores poderia machucar os olhos ao caminhar pela penumbra, por não receber a tempo o sinal para fechá-los. Também poderia ficar atrapalhado em lugares estreitos, o que poderia ser perigoso no caso de estar sendo perseguido por um inimigo. Portanto se nosso gatinho sofreu perda parcial ou total de seus bigodes e outros pêlos sensores, o melhor é mantê-lo dentro de casa alguns meses até que cresçam novamente. Neste caso, não é conveniente mudar os móveis de lugar, nem redecorar a casa, pois poderia ser difícil para ele deslocar-se sem tropeçar ou trombar com as coisas. A perda de seus pêlos sensores não é caso de vida ou morte, mas pode ser desconcertante e muito dolorosa. Portanto deve-se tomar precauções para evitar que seu gato se encontre nesta difícil situação, pelo que se deve: Evitar deixar tesouras em lugares de fácil acesso à crianças que possam, num momento de brincadeira, cortar os bigodes e pêlos sensores. Se tosar seu gatinho, faça-o cuidadosamente, para que não corte indevidamente os pêlos sensores. Apague chamas e mantenha a seu gato longe destas. Os pêlos sensores cortados, geralmente crescem novamente, mas os que se queimam até a base, nem sempre o fazem. Portanto, os bigodes não são um adereço decorativo ou de presunção de nosso gato, são uma arma vital para orientá-lo, sobretudo no meio exterior. Cuidemos e protejamos os pêlos sensores de nosso gatinho. Você sabia que… * O bigode é duas ou três vezes mais grosso do que o pêlo do gato? * Onde cabem seus bigodes, o gato também cabe? * Os gatos costumam ter 12 bigodes de cada lado do focinho?

Advertisements

2 thoughts on “Bigodes de gato

  1. Então diz ao meu Simão para não ir enfiar os bigodes na lareira. É rara a semana que não ande “desbigodado”.

    Ca gato mais burro me calhou! 🙂

    Gostar

  2. Individualização altamente neste sítio, postagens assim dão valor a quem quer que observar neste blogue !!!
    Dá muito mais de este sítio, a todos os teus utilizadores.

    Gostar

Os comentários estão fechados.