Publicado em Texto

e tu? levas-me contigo?

E sítios que frequento desde miúda. Sítios meus. Sítios que frequento mensalmente, semanalmente, alguns diariamente, hoje detêm em si a aura da ausência.

“Quando fomos felizes em determinado sítio, jamais devemos levar lá outra pessoa.”, li algo dentro destes parâmetros nos últimos dias.

Neste momento tenho uma longa lista de sítios onde “não levarei mais ninguém”, sempre gostei de passear. Mas a continuar assim, não tardará a deixar de ter espaço no país para levar quem quer que seja a onde quer que seja. Nem tanto ao mar, nem tanto a terra.

Levo-te comigo mesmo quando não estás, assim o problema fica resolvido. Levo-te comigo, numa carteirinha de sorrisos onde tenho emoldurados os momentos mudos, anotadas as conversas e registadas as gargalhadas. Gosto das gargalhadas. Levo-te comigo entre os capítulos não escritos.

Anúncios

Autor:

Eu sou a Vera e tive uma grande amiga que entretanto foi para o céu dos gatos... A ela seguiu-se a Siamesa... agora tenho um casal de pretos e uma tricolor louca que devora decorações de natal e fitas. Como sou criativa, a minha pegada digital começou em finais dos anos 90, ainda o upload de material era um terror e o "Terravista" um Sucesso. Gosto de novas tecnologias em particular de redes sociais. Sou caótica, desconheço o conceito de timming. Não como caracóis, carne e/ou favas. Não faço despedidas.

Uma opinião sobre “e tu? levas-me contigo?

  1. Acredito que têm toda a razão quando dizem que “Quando fomos felizes em determinado sítio, jamais devemos levar lá outra pessoa” mas há sempre uma solução: voltar a encarar esse sítio mágico e maravilhoso com uma nova recordação e aí existirá sempre lugares que possas voltar. Há sempre um novo lugar é o reciclar de lugares antigos e um dia olharemos os sítios partilhados com um sorriso já de melancolia e de nostalgia. Porque um dia esse alguém, nesse sítio foi importante.

    Gostar

Os comentários estão fechados.