Ps, Xbox, Wii v.s. Mente Feminina

Isto passa por ser uma conversa tão batida e tão mastigada que as vezes torna-se lugar comum comentar o que quer que seja sobre o tema. Contudo, fica a dica para os interessados e desinteressados, porque afinal existe uma justificação plausivel para esse aparente desinteresse feminino em relação a jogos de vídeo, consolas, muitas vezes tudo o que esteja ligado a conputadores e informatica.

Ora bem, então diz que ” aquilo que determina que exista menos representatividade feminina no universo de jogadores não é a falta de interesse mas antes o facto de os títulos serem desenvolvidos a pensar no público masculino”.

E diz-se bem! Porque meus senhores, imaginem o Tomb Raider com um gajo musculado, que em vez de matar lobos, saltar de cascatas, fazer rebentar foguetes debaixo de água, conduz no final de cada nível a sua dama a uma surpresa como um jantar a luz das velas ou uma viajem maravilhosa pelo mediterraneo! O que vocês vêem nesta descrição é possivelmente o que muitas de nós vislumbram com muitas das capas de jogos. E isto digo eu que joguei Duke Nuken e  o velho e decrépito Blood em rede!

E diz-se mais: “Os inquéritos revelaram também que, em média, um homem joga cerca de 17 horas por semana, enquanto a média semanal das mulheres se situa nas 8 horas. Ainda assim, mais de metade das entrevistadas admitiu que gostaria de ter mais tempo para dedicar a estas “tarefas””

A sério, invistam nos jogos com inteligência e em vez de uma dor de cabeça é bem provável que comecem a ter uma companheira de jogatana!

Notícia de 06 de Julho de 2010, daqui.

Anúncios

2 thoughts on “Ps, Xbox, Wii v.s. Mente Feminina

    • pffff… oh coitado! Deixa que o que é teu está guardado sua amostra de arte cubista… davas um belo Picasso tu… Quadradão!

      Gostar

Os comentários estão fechados.