Publicado em Uma história

Uma história – 1

Clap, clap, clap, clap… e os passos soaram no soalho de madeira, como cascos de cavalo, a trote.  O vestido esvoaçava enquanto o som se tornava mais audível.  Tão leve. Em tempos também eu caminhara assim tão leve naquele mesmo corredor. Em tempos, digo!

Ela aproxima-se, abranda o passo e pergunta-lhe num tom doce, quase em surdina:

– “Ainda aqui?”

Ele ficara com o olhar preso nas teclas. Ora nas pretas, ora nas brancas, ora na pauta, ora nas brancas, ora nas mãos. Não sabia se seria necessário reunir mais coragem para desistir, para tentar ou para esgotar forças a lutar.

Anúncios

Autor:

Eu sou a Vera e tive uma grande amiga que entretanto foi para o céu dos gatos... A ela seguiu-se a Siamesa... agora tenho um casal de pretos e uma tricolor louca que devora decorações de natal e fitas. Como sou criativa, a minha pegada digital começou em finais dos anos 90, ainda o upload de material era um terror e o "Terravista" um Sucesso. Gosto de novas tecnologias em particular de redes sociais. Sou caótica, desconheço o conceito de timming. Não como caracóis, carne e/ou favas. Não faço despedidas.