Páscoa

A Páscoa mano-a-mano com o Natal, cria em mim um sentimento de estupidificação, alienação, sei lá! Onde quer que vá, são os óvinhos, os coelhinhos, os pintainhos…  O ovo, para os mais distraídos, (entre outras teorias) ainda faz parte daquela conversa sobre os cristãos serem enterrados com o ovo por ser símbolo de ressurreição e tal… o aparecimento do coelhinho, ao que parece deve-se ao facto da Pascoa, mais coisa, menos coisa, se cruzar com o inicio da primavera… e por aí…

Vou tentar ignorar a questão do espírito comercial que se apoderou destes símbolos. Vou ignorar que as amêndoas com açúcar são tão boas como engolir pacotes de açúcar inteiros, o que no estado em que a saúde da generalidade dos portugueses anda, é um mimo.

O que me faz confusão é este suposto jejum. Eu sou católica por imposição (mesmo assim, e com as minhas dúvidas e questões, continuo a pensar que sou mais católica que muita beata), mas dizia eu, sou católica por imposição. Espanta-me que as pessoas sigam um suposto jejum, sem sequer se questionar o objectivo desse ritual.

Primeiro – estamos assim tão desligados da realidade que venha o que vier, as ideias que nos imponham, desde que estejam mastigadas já ninguém as questiona? Ou é apenas confortável a teoria dos dois pesos e duas medidas?

Segundo – Porque é que as pessoas seguem esta tradição? Alguém se questionou?

A ideia, assim por nuances, era a de que em tempos idos a carne era um alimento muito dispendioso. Ora bem, os católicos, cristãos, interessados, abdicavam de comer carne para partilhar com os mais necessitados. Hmmm… Cumpre-se uma parte da tradição e a outra onde fica? Para não falar de que não comer carne num dia, e empanturrar-se de Camarão tigre ou lagosta, perde todo o sentido da coisa. No entanto, Domingo, vá de levar o desgraçado do borrego “ao castigo”.

Mas isto sou só eu.

Que continuo a achar que a Páscoa ganhou contornos estranhos… se é que me percebem.

MAIS UMA VEZ, ESTE É UM POST DE OPINIÃO E NÃO ESTOU AQUI PARA OFENDER NINGUÉM! (Antes que me comecem a insultar…)

Uma Santa Páscoa para todos.

Anúncios

4 thoughts on “Páscoa

  1. Para te dizer a verdade tb nunca percebi bem o intuito da Páscoa. de um lado a igreja a espetar-nos com os valores Santissimos da resurreição!!! Por outro temos o modelo e continente, pingo doce a espetar-nos com os coelhinhos da páscoa!
    Depois temos a visita a madrinha… e roupa nova (cá no norte é assim) e temos o Compasso!!! E eu hoje por acaso dei comigo a pensar porque carg de agua estas coisas são assim!!!

    Gostar

    1. Quando tinha o meu avô ainda ligava a isso. Agora não lhe acho grande sentido e honestamente cansa-me toda esta fantochada de fazer para “inglês ver”.

      Gostar

  2. Hummmm!!! olha que vai mais longe daquilo que possas imaginar. Eu faço projectos de casas em 3D… e nem imaginas a auqlntidade de “salas pró compasso” que a malta daqui exige!

    Gostar

    1. Mas vocês são doidos! Dá-se o desconto! Ainda beijam os pés do menino e tal, passando os herpes e as gripes, uns para os outros. Digo-te, se as imagens não fossem de barro/casquinha, punham-se a milhas a cada ocasião festiva. Desgraçados! Gostavas que passassem a vida a de fralda com gente a dar-te beijos nos pés? Gostavas? Gostavas?
      😉

      Gostar

Os comentários estão fechados.