Dia do Pai (I)

Perguntava o jornalista da TVi a uma criancinha:

– Como é o teu pai?

-É parecido comigo, só que não é miúda, claro!

Como quem diz, de nariz arrebitado: “É meu Pai! É óbvio que é parecido comigo!” Genial!

Anúncios