O coração é parvo

“Ok, vamos lá rematar este assunto.
Nisto do amor, não há regras, certo? Certo. Nós é que temos de deixar o coração comandar, ou não, e sofrer as respectivas consequências. Porque esta é a questão – há sempre consequências.

E o que acontece então? Simples. Se as coisas estão mais ou menos equilibradas, os dois gostam e agem mais ou menos dentro da mesma medida – até aqui, tudo bem, talvez seja o ideal, este equilibro – dá-se, mas recebe-se, certo? Certo.

O problema é quando não há este equilíbrio, aí é que está tudo fodido! Porque há um que dá mais do que aquilo que recebe – e este tipo de situação só é sustentável por algum tempo. Regra geral, leva à ruptura.

E era isso que te ia dizer (acho eu), acontece muitas vezes termos quem faz tudo por nós, e pelo nosso amor, mas não são esses que nos partem a cabeça (a nós, mulheres), não, são os outros – os tais ruins! (ruins, mas bons ao ponto de nos prenderem a atenção)
E o mesmo funciona para os homens, claro – quantas vezes não andais perdidos por uma gaja, fazeis tudo por ela, e ela não está nem aí para isso?

Por isso que eu digo, e repito: o coração é parvo!”

Blue258

É por este mesmo motivo que só as gajas percebem as gajas e vocês homens parecem aqueles bichos que ficam embasbacados a olhar para um palácio… De boca aberta… bahhhh….

You men don’t understand the territory, because you are the territory

Gajo (adulterado)

 

Hoje estou numa de copy+paste

(Nota/Post scriptum – A citação do Gajo foi a modos que adulterada… quer dizer… perdi duas letras pelo caminho : “WO”… Já diz o Povo… atrás de um ou dos Men há sempre uma grande Women.)

 

Anúncios

16 thoughts on “O coração é parvo

  1. Hey!!! Adulteraste a miunha frase carago!!!
    “You WOMEN don’t understand the territory, because you are the territory“

    Ai o carago já. Gajas a perceberem de território só se a Natureza apanhasse uma ganza de tal modo forte que fosse colocar uma fêmea a defender um território…

    Pfff 🙂

    Gostar

    1. ahhh… desculpa!!! Mea culpa…lol… mas sim… há mto q vcs não percebem… e quando trata de gajos e gajos… existem tertulias que uma gaja só pode fazer com outra gaja… e existem sinais que vcs NUNCA vão perceber…

      Gostar

  2. Eiiii até me babei agora e tudo… tens uma tag com o meu nome!!! formidável…. impacábel… Mas falando do teu comentário aos comentário da blue:

    Sabes que a nós custa-nos mas tanto compreender-vos que nem os damos ao trabalho de entrar no vosso mundo. somos perguiçosos. Mas quando levamos na cabeça… uiiii… até dói… mas o nosso trritório só a nós pertence perceber, pk vcs…bem até vou tar caladito… hummm que eu gostei mesmo da tag… hummmm

    Gostar

    1. César… vcs ás vezes podem ter um holofote nos olhos e CONTINUAR A DIZER QUE É DE NOITE!!! 😥
      Mas sim, a tag foi com carinho. 😀

      Gostar

  3. Vera, que show! Está demais… belo trabalho 😉
    E eles são mesmo uns bichos que ficam embasbacados a olhar para um palácio… e nem com holofotes nos olhos…

    Beijinho

    Gostar

  4. Eu insisto na questão do território…estás a trocar tudo. A mãe natureza vai-te rogar um relampâgo aí pós algarves.

    Mas é claro que existem tertúlias entre gajas que nós nunca vamos perceber. Entrar na vossa cabecinha é uma coisa penosa e dificil. EU já disse no meu blog e repito-me, no que respeita a jogos psicológicos, as gajas dão-nos 10-0. Somos mais bichos, mais animais, mais básicos, pronto.
    Masssssssss, quanto aos sinais….tenho as minhas dúvidas. Há gajos que conseguem interpretar bem os sinais (cough cough), o que fazem muitas vezes é assobiar para o lado antes que o céu cai em cima da cabeça…

    E TROCA-ME ESSE TEXTO! 🙂

    Gostar

    1. Um relâmpago!!! Mas tu não estás bem! Mais? Eu preciso de mais mãos enumerar e para contar tudo o que me aconteceu nos últimos dias… só para começo de conversa… chove cá há uma semana e as vezes ainda me esqueço que quando paro tenho de por a primeira… (lamento desiludir muito boa gente, mas não… não sou perfeita)
      Mas sim, vcs são um bocado básicos… é como aquela teoria do estalo… “se a gaja da-te um sinal e tu a beijas, se levas um estalo mas ela continua lá, á distancia de um palmo.. sê homem… beija-a de novo e dá-lhe o outro lado da cara… continua por aí… acredites ou não… ela vai fartar-se dos estalos…” O gajo que aprenda esta lição e a metáforanão precisa de muitas mais ciências para domesticar a féra.
      Nessas conversa dos jogos, realmente… tens razão. É bom encontrar um jogador á altura… porque no final de contas é um teste… para saber até que ponto vcs merecem ou não… o trigo e o joio…

      Como diziam os putos na primária… Estou eu aqui “a ensinar o pai a fazer filhos”?
      lol És pouco manhoso, és… “na escola onde eu ando já tu foste professor”…

      E NÃO TROCO, NÃO TROCO, NÃO TROCO!!!

      ps. E deixa-te de tretas, que nos meus 2 últimos anos de secundário fui a única miuda da minha turma… E vcs tb fazem tertúlias… mais selváticas com direito a grunhidos bába e afins… mas fazem!

      Gostar

    2. Quem anda sossegado num se mete em barulhos!!! Eu entender certos sinais entendo… mas assobio pro lado…. mais vale.. hummmm… Vera Vera… num fosse a tag com o meu nome…. hummmm

      Gostar

      1. O que queres tu dizer com “Vera Vera… num fosse a tag com o meu nome” ??
        (Quero ver para onde vais assobiar agora…)

        Gostar

        1. Quer dizer que não tenho nada para dizer e por isso continuo a assobiar pro lado para tu pensares que eu tinha algo para dizer… hummmm… vou continuar a assobiar…. e a olhar para este post carinhosamente!!!

          Gostar

        2. Lol… qual sinal qual quê!!!
          Olha… ” não tenho nada para dizer e por isso continuo a assobiar pro lado para tu pensares que eu tinha algo para dizer…”

          Onde é que eu já ouvi isto… lol

          Gostar

Os comentários estão fechados.