Conversas

Sabem aqueles dias em que definitivamente, sair de casa foi uma ideia estúpida?

 

(A andar…)

Eu – Desculpe o atraso, mas estou um bocado constipada e ainda pensei cancelar, mas depois acumulava-se tudo…

Ele – Mas não parece doente…

Eu – Mas estou…

(Sentamo-nos e olhou-me)

Ele – Ah! Realmente está com um ar estranho, não está normal.

(Homens, só muda a idade.)

________________________

Eu – Queres uma goma?

(Ele pega na goma em forma de tubarão e oferece-me o rabo ainda a sair-lhe da boca )

Eu – É pá! Não sejas barrasco! A ideia era ires partilhar a goma com o amor da tua vida, a Ma…!

Ele – Tou a c*gar-me p’ra ela! Ela não me liga nenhuma!

Eu – Então, mas ontem a noite era linda e era o amor da tua vida, que não querias mais ninguém!

Ele – Sim, mas ela não me liga!

_____________________

Ele – Tens um piercing muita giro!

Eu –(Não gozes comigo) Não é um piercing, é um penso!

Ele- Não é desse lado é do outro!

Eu – A sarda?

Ele – Sim!

(A mesma sarda que já me acompanha há 25 anos!? Depois de 6 anos de conversas com este personagem ele vêm falar-me da sarda!?)

______________

Ela – (Vê-me a arrastar) Bom dia!

Eu – Bom dia (atchim)

Ela – Estás doente?

Eu – Parece que sim…

Ela – Eh Eh, não foste tu que disseste que eras a única da casa que não se constipada!

Eu – Fui, até hoje!

 

Ela – Dra, o que têm?

Eu – Nada de (enquanto me assoava) especial… (coff coff)… Constipada…

Ela – Ahhh!

 

(Minutos depois, outra pessoa…)

Ele- O que é que tens?atchim

Eu- Nada!?

Ele – Tas estranha!

Eu- ESTOU CONSTIPADA!

(Uma em cada duas pessoas nesta cidade está constipada, está de chuva, a humidade já deixou que o meu cabelo tivesse melhores dias… 

Bem podia ter me coberto de álcool etílico, usado toalhetes, saído com máscaras e tomado todas as vacinas do mercado… mas se “as pessoas” insistem em não ter os cuidados mínimos, mais me vale adormecer ao relento no jardim em frente de casa e esperar pela acção da mãe natureza! Ao menos é um vírus só meu! “Home made!”)

Anúncios