Toda a Verdade sobre a Galinha Pinipom

PinipomPinipom, a mascote dos caloiros da Escola Superior de Tecnologia de Abrantes foi entrevistada para o blog Gata Preta e revela em primeira mão os pormenores mais íntimos e faz revelações escabrosas sobre o seu misterioso desaparecimento.

Gata Preta – Boa noite galinha Pinipom! Desde já, agradecemos a disponibilidade para esta entrevista. Sabemos que se encontra muito fragilizada com os acontecimentos das últimas semanas. Afinal de contas, o que aconteceu?

Pinipom – Só sei que depois de um substancial jantar de papas de milho, saí para curtir a noite com os meus colegas caloiros. Capa da PlayChiken dá a luzA meio da noite, quando abraçava uma das minhas colegas, senti um valente puxão das penas e depois disso foi tudo muito confuso.

G- Confuso? Mas foi raptada? Durante quanto tempo?

P- Não sei! Não me lembro de nada! Cócórócóoo… Cócórócóoo… Cócórócóoo… Cócórócóoo… Só sei que por um lado foi doloroso, mas por outro, já estava farta de passar dias inteiros com alguém a ver se tinha ovo!

G- Cara Pinipom, nós sabemos o como pode ser constrangedor, mas dizia-se por portas e travessas que a Pinipom tinha um caso com um dos cisnes do Castelo de Abrantes.

P- (Ruborizada) Como? Quem lhe falou do Action-duck? (Choro)

G- Nós aqui no Gata Preta sabemos tudo. Então, mas confirma os boatos?

P-Não confirmo nem desminto… Cócórócóoo… Cócórócóoo… Cócórócóoo… Cócórócóoo…

G- Então a pequena cria patinho de borracha com quem passeava no jardim no outro dia?

P- Meus senhores, estamos aqui para falar do rapto e dos desgraçados que me mantiveram em cativeiro nas últimas semanas! coff…cofff… Ninguém referiu que a minha vida intima e sexual também seria tema a abordar.

G- Calma, dona Pinipom! Só queremos apurar a verdade. É ou não é esse pequeno patinho filho de um caso extraconjugal com o cisne do castelo?

P- Pronto,  admito, foi numa noite em que piniduckestava alcoolicamente desorientada, e aquele pervertido abordou-me enquanto a mulher lavava as penas no lago do lado. Cócórócóoo… Eu não sabia que ele era comprometido. Tinha um ar impecável, com umas penas brilhantes, parecia ser Cisne de boas famílias! Aquele tarado. Aproveitou-se da minha inocência!

O que se passa é o seguinte. Eu sabia que mais cedo ou mais tarde iam descobrir que tinha ovo. Fui obrigada a ausentar-me. Sei que correram boatos e montagens de mau gosto sobre a possibilidade de ter acabado os meus dias na panela ou no forno, mas eram apenas montagens.

Ausentei-me porque ninguém podia saber que o PiniDuck tinha nascido! Há coisa de 2 semanas chamaram-me para fazer a capa da PlayChiken! Esperei anos por isto! E não podia ser!

G- Quer dizer que simulou o seu rapto para poder ter o filho de uma relação extraconjugal de um cisne e depois disso, prosseguiria a sua vida normalmente como capa da PlayChiken?

P- Se põe as coisas nesse ponto…coff coff…bem, tenho de me retirar, o pequeno PiniDuck está a chorar e tenho de lhe lavar as penas e aquecer as papas de milho.

Passar bem e até um dia destes.

G- Obrigado pelo tempo disponibilizado e uma boa noite.

 

 

ps.(Aposto que o primeiro selo para este blog vai ser algo do género : ”O prémio para o post mais idiota”)

Anúncios

2 thoughts on “Toda a Verdade sobre a Galinha Pinipom

  1. ai afinal a pinipom nao foi parar ao forno de uma cozinha:d
    ainda bem porque os caloiros sentem falta dela…ela participava em tudo connosco, bebia dançava, cantava, era uma excelente companheira…
    😀
    pedimos a pinipom que volte, porque sentimos a sua falta…

    VOLTA PINIPOM… tras também o teu filhote:p

    Gostar

    • Lol… isso e o Tiago que é um códrilheiro e chibou-se logo todo… A culpa é da net no 1640…
      Ela volta, mais cedo ou mais tarde…
      Está ali encostada a uma garrafa de vodka…
      BJ**

      Gostar

Os comentários estão fechados.