Moda dos 80’s

Costumava dizer que devia ter nascido nos anos 50 ou 60, para ter apanhado o Flower Power e os anos 80 em altas! Hoje ocorreu-me que isso talvez já não faça tanto sentido quanto isso, tendo em conta que ao ver os clips musicais da rainha da pop, cheguei a conclusão de que metade das minhas colegas usa um guarda-roupa parecido quando sai a noite e a outra metade lembrou-se que a Pucca, Kitty, Betty Boop e afins, são boas imagens como acessórios para matulonas de vinte e tal e trinta anos.

Cada um sabe de si, é que eu também tenho as minhas manhas ou calinadas e isso inclui os momentos em que com ou sem intenção meto o pé na argola.

Os meus colegas ouvem Michael Jackson e sabem o Triller. Os garotos que entram agora na faculdade não sabem quem são os Delfins ou os Pólo Norte, mas conhecem a Madonna e mais uma série de hit’s que viram a luz do dia, mais ou menos a par da altura em que eu gatinhava e fazia corridas de aranha até magoar o único pé que tocava no chão.

Os anos 80 não estão tão longe quanto isso. Ironia do destino, basta-me olhar a volta e a mesa de sala que o meu senhorio deixou aqui é totalmente da época em que eu gatinhava e partia cães de louça.

Perdeu-se o charme das comunicações á antiga, das cartas, das fotografias que ainda encontro em caixas e álbuns que cheiram a papel velho.

Ainda há pessoal a conduzir o belo do mini e a bela da 4L, mais velhos do que o primeira beijoca dos papás e mesmo assim fazem um brilharete… mas nem tudo são coisas boas nesta história das modas que vão e vêm… Espero que ninguém se lembre de ir buscar a moda das calças elásticas dos anos 90, dos cabelos entrunfados ou do excesso de acessórios de verniz… Ainda melembro do que sofria com os sapatinhos de verniz e as saias de balão…

Ah, mas também existe um revés da medalha muito curioso… então não é que agora aparecem estas cotas todas enxutas (tipo Cristina Areia) nas revistas masculinas e arrumam muita garota ao lado.

Pá! Espera aí! I Don’t Want to live for ever, mas é totalmente desleal! Até para mim que sou uma criança, tive de olhar para aquilo, dizer 3 ou 4 palavrões e admitir que o “Tio” Carlos Areia de certo deu a sua contribuição mas a filhota nos seus 43 anos, deve ter saído á mãe. A “rapariga” está no mínimo… engraçada.

De qualquer modo, 1984 continua a ser o melhor ano, com a melhor colheita de sempre (só porque eu digo que sim).

Fazei o favor de opinar, sei que muito boa gente que aqui passa é capaz de se lembrar melhor desta realidade e ter mais para partilhar do que eu. E não estou a falar da Cristina Areia, tá!? Vá, pronto, falem lá da Cristina Areia… Já que o blogue já tens gajas nuas, palhaços (uma palhacinha pelo menos) e só falta os anões!

 

VI @ 03/11/2009

Anúncios

5 thoughts on “Moda dos 80’s

  1. Cruzei-me hoje com essa dita capa da Playboy…Passei os olhos pela capa e a primeira coisa que me veio à cabeça foi “pronto, o que está a dar são as quarentonas enxutas”…
    Anos 80…Lembro-me dos desenhos animados e de achar o máximo haver um gajo chamado Macgyver que fazia bombas nucleares a partir de uma pastilha super gorila…Anos 90…O surgir do álbum Ten dos Pearl Jam que ainda hoje roda no meu leitor…O Use Your Illusion dos Guns…E claro está, os Nirvana…Parecia que na altura quem não gostasse de Nirvana estava a meio caminho de levar um enxerto de porrada que de outra coisa qualquer…Lembro-me das motas DT de 50cc serem consideradas grandes máquinas…Hoje em dia são aparadores de relva…Lembro-me dos renault 4 com aquela madita caixa de mudanças ao pé do volante que me dava cabo do juízo…Lembro-me do carocha do meu pai ter sido literalmente albaroado por um idiota na 2ª circular e ter ido para a sucata…
    Ainda nos anos 90, lembro-me de ter uma trunfa de fazer inveja a muita madame com extensões hoje em dia…LOL
    Lembro-me de ter o meu primeiro computador à séria com ligação à internet e tudo…Na altura, era a p*ta da loucura!!!
    Gostei especialmente dos anos 90…Foram simpáticos para mim…
    Beijokas

    Gostar

    1. Ai o Macgyver! Até eu me lembro disso, e adorava! Fita adesiva e cotonetes e não havia medos… (Hoje não é nirvana, mas os U2 continuam lá! Quem não gosta de U2 é um zé ninguém… nem que pra isso só se saiba a letra do “one”).
      Lol… os “putos” do meu tempo, os novos doutores, que nos anos 90 andavam de dt e ora bem não esfolavam o queixo… 🙂
      Fizeste-me lembrar de episódios engraçados… mas sabes do que eu sinto mesmo mesmo mesmo falta dos anos 90? Da Rua Sésamo e do Bocas… 😉
      Danke Katze!
      Volta sempre 🙂

      Gostar

  2. como deves imaginar, ficava aqui uma noite a falar dos loucos anos 80 que marcaram a minha vida, a começar pela morte de um grande artista, exactamente no meu dia de anos no 1º ano da década gloriosa: John Lennon!
    Puta de saudade…repetia tudo novamente. tudo! (menos as vestimentas esquisitas e os cabelos à rock-a-billy que me daria direito a despedimento com justa causa)

    Gostar

Os comentários estão fechados.