Geringonças no corpo da gaja

gato assustadoOkay, agora é que foi!

Depois do P-mate e de mais umas variantes de instrumentos para por as senhoras a urinar de pé, como homens de barba rija. Posteriormente a invenção do distinto anel vaginal que não é mais do que uma argola de látex que liberta hormonas, dentro da dita cuja das senhoras. Após mesmo a criação de todos os brinquedos e tipos de gel (incluindo a fantástica publicidade ao Ginocanestene)… foi desta que os senhores cientistas, inventores, ou apenas idiotas se excederam. Inventaram o Cone Mestrual!

A ideia até já pode ser antiga, mas eu só descobri agora e como este blogue tem rigorosas regras democráticas e quem manda sou eu, vou usar da minha sapiência para dissecar o assunto.

Ora bem, O cone ou copo menstrual não é mais que um funil tapado que após ser inserido na vagina, teoricamente, realiza o mesmo labor que um pensinho higiénico ou um tampão. Não vou aprofundar o assunto, isto é apenas um desabafo, de qualquer modo já sabem, se estão curiosos: “google it”.

Ou seja, se a desgraçada for possuidora de algum dispositivo intra-uterino, vaginal,  ao utilizar o dito copo, se não realizar alguma alergia, ficará no mínimo com um engarrafamento que para efeitos de comparação em escala só poderá ser equiparado a entrada em Lisboa em hora de ponta.

Bem, é de mim ou isto é mesmo estranho? Como já referi anteriormente, tenho alguma resistência no que concerne a alguns tipos de mudança e inovação e esta é muito estranha para a minha moleirinha.

Se a desgraçada usar aparelho nos dentes, perna de plástico, óculos, pace-maker e aparelho auditivo…. P’ralém de azarada, vai ser o Robocop!

É que nem o “pito” se safa!

Anúncios

4 thoughts on “Geringonças no corpo da gaja

  1. Cone quê????? Pah, tou como tu…isso é gadget a mais para uma coisa tão simples. Rais parta a esta malta que anda sempre a complicar.
    Cones….ainda não estou em mim…
    Dassssseeee

    Gostar

  2. “P’ralém de azarada, vai ser o Robocop!”

    Não quererias dizer antes… Robocopo? ou Robogarrafa? Não esquecer o pessoal de muito fluxo, s.f.f.. : ))

    Não conhecia… e pela tua descrição, também não fiquei muito curiosa (ainda bem! dizem que a curiosidade mata gatos) : ))

    Gostar

    • Eu só consigo sentir um arrepio da cada vez que penso naquilo. Quanto aos gatos… pois é! Mais vale jogar pelo seguro.
      Beijoca Pedrinha**

      Gostar

Os comentários estão fechados.