A última aula, de Pausch (I)

Randy Pausch, professor universitário, deu a sua “última aula” aos 46 anos, sofria de cancro no pâncreas. Em Setembro de 2007, a sua última aula/palestra tinha como título “conquistar os nossos sonhos de infância”.

Se por um lado este livro me leva a questionar muitas das opções que tomei sozinha (quase todas) ao longo destes anos, também me deixa a pensar em tudo aquilo que declinei ou ignorei, partindo do pressuposto de que nunca seria capaz de tamanha façanha.

E aqui estou eu a ler a história de um homem que queria viver, mais do que tudo, para continuar a partilhar uma vida com a mulher dos seus sonhos e ver os seus três filhos crescerem.

Um ser humano que acreditava que um peluche gigante numa feira era sinal de status, no entanto pôr um descapotável amolgado a reparar era totalmente desnecessário (já que o mesmo continuava a cumprir aquilo para que fora concebido –transporte de sítio A para sítio B).

“Não podemos escolher as cartas que nos são distribuídas, a nossa liberdade reside em saber jogá-las”

R.P.

Anúncios

2 thoughts on “A última aula, de Pausch (I)

  1. Hoje comprei um livro: “Amor em minusculas” de Francesc Miralles. Há livros, pessoas, que nos fazem ver que não estamos sozinhos nos nossos pensamentos. Que não somos únicos nem tolos. Há livros que nos fazem questionar o nosso rumo, a nossa essência.
    Crescemos…é sempre bom, sempre bom…

    Beijoca repenicada sua gaja do caraças 🙂 ***

    Gostar

    1. Tou com esse na ideia… devias ver a colecção que tenho. Há ums meses li o “Dewey” uma ternura. Sobre um gato de biblioteca. 🙂 O amor em minusculas ta a par do ultimo da Doroty Koomson. Em lista de espera. Mas a última aula… sem palavras mesmo.
      ***** beijoca com ou sem avelã 😉

      Gostar

Os comentários estão fechados.