Publicado em Texto

O derradeiro romance

” If I profane with my unworthiest hand 

This holy shrine, the gentle sin is this:

To smooth that rough touch with a tender kiss. 

 

Good pilgrim, you do wrong your hand too much,

Which mannerly devotion shows in this;

For saints have hands that pilgrims’ hands do touch,

And palm to palm is holy palmers’ kiss.

 

Have not saints lips, and holy palmers too?

 

Ay, pilgrim, lips that they must use in prayer.

 

O, then, dear saint, let lips do what hands do;

They pray — grant thou, lest faith turn to despair.

 

Saints do not move, though grant for prayers’ sake.

 

Then move not, while my prayer’s effect I take.

                   (Kisses her)

Thus from my lips, by yours, my sin is purged.

 

Then have my lips the sin that they have took.

 

Sin from thy lips? O trespass sweetly urged!

Give me my sin again.

(Kisses her) …”

Romeo & Juliet

from shakespeare

Anúncios

Autor:

Eu sou a Vera e tive uma grande amiga que entretanto foi para o céu dos gatos... A ela seguiu-se a Siamesa... agora tenho um casal de pretos e uma tricolor louca que devora decorações de natal e fitas. Como sou criativa, a minha pegada digital começou em finais dos anos 90, ainda o upload de material era um terror e o "Terravista" um Sucesso. Gosto de novas tecnologias em particular de redes sociais. Sou caótica, desconheço o conceito de timming. Não como caracóis, carne e/ou favas. Não faço despedidas.

Uma opinião sobre “O derradeiro romance

  1. Boa! Muit mais clean, sem anúncios badalhocos, o formato à nossa maneira. Isto é evolução.
    Estive para vir para esta plataforma, mas o nome estava tomado snif…
    Ósculos triple x 😉

    Gostar

Os comentários estão fechados.