Publicado em OUTROS

9 anos a ronronar …

… São um pouco mais, a plataforma inicial do blog nem foi esta. Seja como for, 9 anos para um blog que é apenas isso, que não faz nem pretende vir a fazer dinheiro, que é apenas a casa de quem o faz… É muito tempo. Parabéns a nós! 9 anos!

Anúncios
Publicado em Música, Opinião

Dia 45/365 – Too lost in you, Love Actually

Todas as histórias de amor deviam ter uma banda sonora tocada a piano ou com o embalo de cordas. É como ter um bom vinho a acompanhar um jantar especial.

Love Actually” ou “O amor acontece”, de 2003 é a reunião de várias histórias felizes e menos felizes sobre amor. Não me recordo de uma só música neste disco que não seja absolutamente espétacular e com a qual não pense em fazer algo de profundamente emotivo e especial. É inspiração pura!

Hoje que é “oficialmente” o dia dele, e podem “dar-lhe com o clichet”…

Comprem uma caixa de morangos, uma garrafa de espumante docinho e preparem um banho de espuma para a vossa cara metade… o resto deixem a banda sonora fazer 😉

 

Para os solteiros que ainda acreditam em finais felizes, deixo esta ❤  Be Happy!

E olha que vem aí a Aurélia e o Jamie e pronto! Puff! Fez-se o final feliz! 😉

(Uma das minhas favoritas, de SEMPRE… )

Publicado em Texto

O Valentim…

Bom dia!

Que a tormenta dos corações condenados vos acompanhe até que o último resquício da vossa respiração se esgote. Só assim faz sentido.

Um feliz dia dos (e)namorados ❤

Publicado em OUTROS

Dia 43/365 – Opening, Modern Times

Modern Times“, de 1936 continua a ser um dos filmes com melhor avaliação do IMDB.

Penso que os mais velhos ainda têm memória de ver o filme passar na RTP1 ao fim-de-semana, quando ainda só tinhamos acesso a dois canais de televisão. A verdade é que o sentido de humor deste pequeno homenzinho mudo, de bigode, marcou gerações.

Recomendo a visualização deste clássico.

Sinopse:

O icónico Vagabundo está empregado em uma fábrica, onde as máquinas inevitável e completamente o dominam e vários percalços o levam para a prisão. Entre suas passagens pela prisão, ele conhece e faz amizade com uma garota órfã. Ambos, juntos e separados, tentam lidar com as dificuldades da vida moderna, o Vagabundo trabalhando como garçom e, eventualmente, um artista.

Publicado em OUTROS

Dia 41/365 – Southampton, Titanic

 

Foi com James Horner que descobri que gostava de bandas sonoras e foi como instrumental de Titanic que percebi o quão profunda pode ser a ligação entre uma banda sonora e uma história. Espero que gostem desta especialmente escolhida para quem acredita em grandes sonhos!

Southampton é uma das minhas favoritas ❤

 

Rose Theme