Publicado em As Causas, OUTROS

10 de outubro.

No meio da multidão, era aí que eu estava enquanto tentava deixar passar as palavras… Levavam-me a sítios onde não queria estar, a situações que não queria conhecer, a marcas numa história que nunca planeei… afinal, a verdade é que nem sempre a vida fala na primeira pessoa. Às vezes nem fala e monstros todos temos “cá dentro”.

Durante os minutos em que a música tocou, senti em flash os episódios a passar. O sentimento na boca do estômago. Sítios de onde parti e a onde nunca mais voltei. Pessoas que um dia que não aguentaram mais.

Senti o destapar daquela caixa que fica guardada todos os dias no mais profundo das memórias. Aquela que só existe porque para o bem ou para o mal, contribuiu para a construção da pessoa que sou hoje. Uma caixa cheia de Adeus, de suporte, de escuridão e de uma fresta de luz.

Não gosto de falar “disto”. Não gosto que me façam falar sobre isto… mas é aquela altura do ano, o sol começa a desaparecer mais cedo, começamos a sentir o peso do encurtar dos dias. A diminuição da luz e o frio ajudam ao aumento de quadros depressivos.

Por favor, falem. Não se deixem ficar em silêncio, porque o silêncio mata.

Existe suporte, existem pessoas que se preocupam, existem doentes que precisam de ajuda e famílias que passe o tempo que passar, continuam a mover-se sobre o fantásma da doença mental.

No próximo dia 10 de Outubro comemora-se mais um dia Mundial da Saúde Mental.

A consultar:

Caminhada pela Saúde Mental – LX (Inscrições)

Ciclo de Cinema – ASMAL

CHBA promove Semana da Saúde Mental

Anúncios
Publicado em OUTROS

pensamentos

Sentei-me no sofá e reparei… estava a passar uma vez mais o “Notthing Hill” …

doce, com um humor muito particular… Ansiando por Dezembro. Talvez este seja o ano…

Publicado em Música

Demons

 

Demons

Imagine Dragons
When the days are cold
And the cards all fold
And the saints we see
Are all made of gold
When your dreams all fail
And the ones we hail
Are the worst of all
And the blood’s run stale
I want to hide the truth
I want to shelter you
But with the beast inside
There’s nowhere we can hide
No matter what we breed
We still are made of greed
This is my kingdom come
This is my kingdom come
When you feel my heat
Look into my eyes
It’s where my demons hide
It’s where my demons hide
Don’t get too close
It’s dark inside
It’s where my demons hide
It’s where my demons hide
When the curtain’s call
Is the last of all
When the lights fade out
All the sinners crawl
So they dug your grave
And the masquerade
Will come calling out
At the mess you made
Don’t want to let you down
But I am hell bound
Though this is all for you
Don’t want to hide the truth
No matter what we breed
We still are made of greed
This is my kingdom come
This is my kingdom come
When you feel my heat
Look into my eyes
It’s where my demons hide
It’s where my demons hide
Don’t get too close
It’s dark inside
It’s where my demons hide
It’s where my demons hide
They say it’s what you make
I say it’s up to fate
It’s woven in my soul
I need to let you go
Your eyes, they shine so bright
I want to save their light
I can’t escape this now
Unless you show me how
When you feel my heat
Look into my eyes
It’s where my demons hide
It’s where my demons hide
Don’t get too close
It’s dark inside
It’s where my demons hide
It’s where my demons hide
Compositores: Joshua Francis Mosser / Alex Grant / Benjamin Arthur McKee / Daniel Coulter Reynold / Daniel Wayne Sermon
Letras de Demons © Universal Music Publishing Group
Publicado em Música, OUTROS

Hans Zimmer e Harry Potter e a carteira falida.

Então é isto. Parece que o primeiro trimestre de 2019 está votado à miséria financeira.

Debaixo de 36°, a tentar ler o gps, no meio de Silves, com a miúda a chamar de meio em meio minuto, passo por um cartaz onde só consigo ler três palavras: Hans + Zimmer + Lisboa.

Pensamento seguinte:” Oh não… Here we go again…”

Ainda cima é “A” orquestra…

E agora?

http://rr.sapo.pt/noticia/121257/bandas-sonoras-de-hans-zimmer-ao-vivo-em-lisboa-em-2019

Publicado em OUTROS, Texto

Casas de Hogwarts

A 1 de Setembro comemora-se a saída do expresso de Hogwarts a caminho daquela que muggles/nomags desconhecem… a melhor escola de feitiçaria de sempre. Ao chegar a Hogwarts todos os alunos do primeiro ano passam pela cerimónia de seleção do chapéu seleccionador.

Os alunos são sorteados entre quatro equipas, de acordo com caracteristicas de personalidade, valores, vocação e talentos (muitas vezes escondidos – recordo Neville Longbottom).

São elas:

Hufflepuff – É a casa de Newt Scaramander, Tonks e Cedric.

Fundada por Helga Hufflepuff, leal, honesta e aplicada, estas são as qualidades que se destacam nos alunos da casa de Hufflepuff. Esta casa é também conhecida pela tolerância e por aceitar todo o tipo de feiticeiros, independentemente da sua origem mágica.

(Apesar do Pottermore me ter colocado em outra equipa, por todos os motivos e mais algúm, esta seria provavelmente a minha casa, mas vamos ler um pouco sobre as outras casas de Hogwarts).

Ravenclaw – A casa de Luna Lovegood (uma das minhas boas loucas favoritas).

A sua fundadora é Rowena Ravenclaw, a cor destaque de Ravenclaw é azul (podendo acompanhar de amarelo/bronze) e esta casa é conhecida pela inteligência (e diz-se que também pela beleza, quebrando o estériotipo de que ambas as caracteristicas não se misturam).  Recordam-se do diadema de Ravenclaw? Pertencia a Rowena (ver em “Harry Potter e o cálice de fogo”).

 

Slytherin – Na lista de alunos desta casa constam alguns dos mais conhecidos como Draco Malfoy, Severus Snape, Lucius Malfoy e claro, Voldemort. A zcore de destaque de Slytherin é o verde.

O nome do fundador desta casa, assim como a sua ilustração no Pottermore mostram algumas semelhanças com o maior ditador que alguma vez governou Portugal. Diz-se que a simpatia de J.K. Rowling pelo nosso País a levou a baptizar o fundador da casa de Slytherin com o nome de Salazar.

Esta é uma casa de feiticeiros determinados que fazem tudo para atingir os seus objectivos. Se por um lado a sua atitude é assustadora, por outro é inegável que esta casa tenha ajudado muitos feiticeiros medianos a atingir a grandiozidade e mestria nas artes mágicas.

Gryffindor – Todos conhecem os famosos Harry Potter, Hermione Granger e os manos Weasley. Esta é também segundo o Pottermore, a minha casa (deve ser pela relação felina ou pela irreflectida Acção-Reação).

O fundador desta casa, Godric Gryffindor, chama à sua equipa os corajosos, valentia e determinação. Como em todas as casas, nesta também constam alguns cobardes e traidores, mas não é deles que resa a história.

 

E tu? a que casa pertences? Faz aqui o teste e conta-nos o teu resultado! Estamos curiosos por aqui. (Deste lado aparentemente temos um Gryffindor e um Slytherin 😛 )

Publicado em OUTROS

Toxoplasmose

Uma vez mais, só para relembrar que tudo o que cai na areia da casa de banho do gato, é lixo.

Publicado em OUTROS

Pessoas

Algumas pessoas entram na tua vida apenas para te mostrar quem és.

As pessoas boas, chegam, acrescentam sentido à tua vida, são a tua tribo. As pessoas boas, o teu tipo de pessoas, puxam-te para cima e fazem-te perceber o melhor que há em ti. Essas são as que perto ou longe ficam no teu coração.

Sobre as outras, também aprendes. Aprendes que a distância é a melhor solução. Aprendes que só pode receber ajuda quem está disposto a aceitar. Aprendes que nem tudo é amor e luz. Essas ensinam-te sobre a tristeza e sobre os limites do ser humano, mas dessas não reza a história porque um dia serão apenas isso. Uma memoria a cair no esquecimento.