FIV – Sida dos Gatos

É bastante limitado o número de proprietários de felinos conscientes das suas obrigações e dentro desses, ainda menor é a quantidade daqueles que têm um conhecimento mínimo e razoável para reconhecer doenças ou sintomas de doenças graves. Curioso que grande parte das pessoas (perspectiva pessoal) nem sabe da existência da FIV – a chamada de Sida dos Gatos.

Ora bem, para os que não sabem, ficam a saber que existe uma espécie de “HIV felino”.

Agora, resolvi falar disto porque esta ser uma das principais causas de morte de gatos no nosso país (salvo erro, no top3 de causas de morte). 

É uma doença que apenas se pode transmitir entre os gatos. Ou seja, este virus não afecta o ser humano! O FIV limita o animal reduzindo-lhe as defesas (tal como acontece na variante humana da sida).

Os principais meios de transmissão são o contágio sanguíneo, a passagem do vírus da progenitora para a cria (quer na gestação ou na amamentação), lutas com outros gatos, dentadas… É ainda questionada a hipótese da transmissão via sexual, mas até prova em contrário esta hipótese não passa de especulação.

Um gato com FIV não é obrigatoriamente um gato ás portas da morte. Estes gatos podem viver anos sem que os sintomas se manifestem, e ter uma vida feliz e saudável. Tal como ocorre com o ser humano, não existe um sintoma específico, o que acontece é que tornam-se recorrentes situações de baixa nas defesas do gato. Sucessivos casos de doenças, infecções, tumores…

O que fazer?

Cada caso é um caso e só o veterinário poderá testar se o gato é ou não doente. A confirmação do FIV não implica o abate, visto que as doenças que resultam da baixa imunidade podem ser contornadas com tratamento/medicação.  Existe uma vacina paraa doença em si, mas infelizmente ainda se encontra em fase de testes…

Como não sou especialista deixo abaixo alguns espaços on-line que poderão ajudar a compreender e a explicar melhor o FIV.

Como dona de um destes bichos maravilhosos, deixo aqui a palavra sobre o assunto e o alerta. Os animais de estimação são grandes amigos, mas tal como os nossos amigos humanos, carregam consigo a responsabilidade de fazermos o melhor para que essa amizade seja longa, duradoura e saudável. Mantermo-nos informados e atentos é sempre uma mais valia. Para nós e para eles.

Literalmente, a saúde do seu gato é a saúde e a liberdade da minha gata (que não é muita, e entre outros motivos, este é possivelmente um dos que pesa mais). 

Eu e a Pantera agradecemos a sua atenção.

Arca de Noé  ||  Sida dos Gatos  || Gatos Livres || Ciencia Hoje ||

 

25-01-2009 Pantera

Asteriscos, abraços, lambidelas e ron-rons… até ao próximo post.

About these ads

4 Comments

  1. A minha deve ir esta semaninha… Fez agora um ano e tá na hora de ir á “pica”, apesar dela não estar doente… pelo menos o humor continua o mesmo…terrivel :P
    Tks pelo comentário***

Os comentários estão fechados.